Seleccionar página

DIVINA ORIGEM DAS GALÁXIAS; O UNIVERSO EXPANSIVO PENSANTE; O NÚMERO DE MATÉRIAS JAMAIS PODERÁ SER CALCULADO; A GALÁXIA TRINO.-

Sim, filhinho; a origem do Universo foi uma só; e nem por isso, deixa de ser Infinito em variedade; este único princípio, faz que em sua qualidade e calidad infinitamente expansiva, haja infinitos princípios de Universos; os princípios se sucedem aos princípios; porque nada tem limites na Criação do Pai; os princípios de mundos, se contam por infinitos; há tantos princípios, como mundos contém o Universo Expansivo Pensante; toda origem ou princípio, se pede no Reino dos Céus; e toda origem está escrita nos imortais Livros Solares; ali está tudo o que houve, há e haverá; porque há também Livros do Futuro; o número de Livros Solares, jamais pôde ser contado; acontece como acontece com o número de planetas do Universo; os princípios, sejam quais forem, ensinam a divina existência de um só Deus apenas; e só Deus está em todas as formas imaginadas; porque nada tem limites no Pai; portanto, a concepção do Pai, não é única; ainda que seja única nos ensinamentos das Escrituras; porque à medida que nascem os espíritos, vão nascendo neles infinitos conceitos do Criador; é por isso que foi escrito: Para ver o Reino de Deus, é preciso nascer de novo; o Reino dos Céus, é infinito em Céus; ainda que jamais se saia de um deles; vós espíritos humanos, não haveis saído dos céus da Galáxia Trino; porque o nascer de novo não tem fim; e a perfeição futura jamais terá limites; ainda que se visitem mundos, não se saiu do próprio Céu; estais numa dimensão, de que pouco sabeis; é tão infinito o que vos falta, que praticamente não sabeis nada; o próprio Infinito, faz com que o que se sabe, desapareça; ficando só a experiência; o conhecimento; o sal da vida; em Verdade vos digo, que quem deixar de nascer, se estaciona numa só forma de vida; até que o aborrecimento lhe vence; e pede nascer de novo; a sucessão das existências num espírito, jamais terá fim; porque o que cria o Pai, não tem fim; a eternidade levais vós mesmos; e está em vossas idéias; em vosso pensar; e por não existir uma idéia igual à outra, é que criais futuras matérias; as idéias são como a individualidade; jamais existiu nem existirá neste mundo, uma individualidade que seja igual à outra; isto se deve a que, no desenvolvimento do livre arbítrio, em outras existências, não se teve as mesmas oportunidades; foi diferente o destino de cada um; o sal da vida, em sua qualidade e calidad, não era o mesmo; eis aqui a causa do porquê não sois iguais; nem no físico, nem no espiritual; de vossas obras, sai vosso destino; porque cada um faz seu próprio destino; a matéria em que estais, saiu dos sóis Alfa e Ômega; e pedistes ao Pai, conhecer a qualidade e calidad desta matéria; pedistes uma nova forma de vida; uma das tantas que haveis tido e tereis; porque todo espírito nasce de novo, para sempre.-

Alfa e Ômega

Sim, Filhinho; as Galáxias formam famílias; divinos acordos que provém do Reino dos Céus; divinas alianças planetárias; estes acordos se sucedem por toda a eternidade; porque sempre houve Universo; os sábios da Terra buscam em vão um princípio do Universo; o princípio é o próprio Infinito; porque nenhum princípio tem, nem terá jamais limite algum; e se crê que o tem, este é relativo; o que não lhe impede que seja Infinito; o Universo Expansivo Pensante é um enxame de famílias galácticas; assim como vós formais famílias, assim também as formam os mundos; o de Acima é igual ao de Abaixo; a Igualdade saída do Pai, adquire formas infinitas; porque o do Pai, não tem limites em nada; em Verdade vos digo, que no Universo não existe limite; nem existirá jamais; o limite que buscam os homens, é produto da própria limitação do mundo em que estão; em cada mundo pelos quais se passa, se conhece uma determinada limitação; em sua qualidade e calidad; porque nada tem limite no Criador; os conceitos do limitado, são infinitos; porque jamais se deixa de aprender na Eternidade; não tem limites; eis aqui uma Luz para todo conhecimento; se as criaturas do Universo, pedissem conhecer puros conceitos de limites, não teriam limites jamais nele; mas, não só de limites vive o homem; a vida humana é eterna desde o ponto de vista dos mundos; de sua forma de vida; e o espírito o é por direito e nascimento; ao nascer cada um em mundos que não têm limites, pode pedir ao Pai, ir a mundos de humanos de outras evoluções; se vai a mundos de menor conhecimento do que conheceu, o espírito será um gênio neste mundo; o contrário, é ir a aprender num mundo mais avançado; vossa Terra, é um mundo de prova; eis aí a causa de vosso isolamento; o porquê não vos visitam outras criaturas; o porquê não se estabelecem comunicações planetárias convosco em forma permanente; os mundos sabem que vosso mundo e suas criaturas terreais, têm um divino Mandato a cumprir; sabem que vos foram dados Mandamentos e Escrituras; sabem que tendes uma vida de prova; e sabem que depois de uma prova, vem Juízo sobre ela; em Verdade vos digo, que muitas criaturas vos visitaram; violando suas próprias leis; e outras cumprindo missões; estão dentro da Lei; assim é o livre arbítrio dos mundos; tal como se comporta o livre arbítrio humano; o de Acima é igual ao de Abaixo; essas criaturas que vos visitaram violando a Lei que a elas foram dadas, pagam seu erro; são chamadas a Juízo diante do Pai; é o que ocorreu à dinastia faraônica em vosso mundo; essas criaturas de origem galáctica, violaram as Leis que lhes confiou o Pai Jeová; foram arrancadas da evolução humana; do contrário, todos vós nasceríeis escravos; eis aqui uma prova de vida, não humana, que caiu ante o Pai; eis aqui uma história que fascinará ao mundo; eis aqui as causas não conhecidas, da vinda destes seres, a este planeta; eis aqui um mistério que deixará de sê-lo; eis aqui a verdadeira história do princípio deste mundo; um princípio que foi muitas vezes falseado; é mais fácil que entre ao Reino, um que reconheceu o microscópico de seu conhecimento, a um que não o reconheceu; a um que não deu a conhecer o que não sabia; muitos investigadores e historiadores, caíram em falsidade; nenhum deles entrará ao Reino dos Céus; vosso mundo pertence à Galáxia Trino; que significa Três em Um; Pai, Filho e Mãe; e uma só crença em Deus; porque a Verdade é uma só; o significado de Trino é infinito; porque suas criaturas não pensam igual; mas, todo pensar está subordinado eternamente aos Mandatos do Pai; a suas Escrituras por sobre todas as coisas; ante Deus, um conceito equivale a infinitas interpretações; e não se desvirtua tal conceito; é a intenção contida em cada idéia, o que vale ante Deus; eis aqui uma divina explicação que é toda simplicidade; que repercute em todo destino vivente; o Pai não necessita de equações complicadas para explicar a Eternidade de suas Leis; lhe basta a Palavra Vivente; porque sua própria divina Perfeição se o permite; e da maior simplicidade que podeis imaginar, o Pai explica tudo; mais ainda; não está sujeito, como estais vós, ao inevitável; porque num instante pode mudar a história da Terra; e essa mudança tem variedade infinita; em sua qualidade e calidad; a Galáxia Trino, por ser infinita, é desconhecida; porque o número de galáxias não tem nem terá jamais fim; o Universo é Infinitamente Expansivo; em nenhum instante tem limite; jamais teve; as galáxias se renovam eternamente; nascem e morrem mundos; tal como nascem e morrem as criaturas; o de Acima é igual ao de Abaixo; a sucessão vivente o é para a matéria, como é para o espírito; ambas a pediram; porque matéria e espírito, são iguais em direitos diante de Deus; todo planeta nasce de novo;porque nada tem limites no Pai; e nada lhe é impossível; e é Criador do impossível; a Galáxia Trino teve princípio Solar; possui esta Galáxia, infinitos Sóis que jamais poderão ser contados; entre os infinitos sóis, estão os Sóis Alfa e Ômega; Lumeeiras Criadoras de vosso planeta Terra; estes Sóis, como infinitos outros, seguem ainda criando planetas; e o farão por toda eternidade; em Verdade vos digo, que se acabará vosso planeta Terra, e os Sóis Alfa e Ômega, estarão todavia criando futuros planetas; assim como vós criais herança, assim também ocorre Acima; o de Acima é igual ao de Abaixo; a matéria cria no Macrocosmo; tem os mesmos direitos a criar, como os tem vosso espírito;que não está só; tem carne-matéria; os Sóis são criaturas tão viventes, como o sois vós; meu Filho Primogênito Cristo, é um Sol Primogênito; Filho Primeiro e Maior; é por esta Lei Solar, que foi escrito: E virá ao mundo, brilhante como um sol de sabedoria; uma Sabedoria que não está em nenhum texto terreal; uma Sabedoria que mudará o conhecimento humano; matéria e espírito, tem novos Conceitos Universais; vossa ciência obteve o que pediu no Reino dos Céus; e chegou a seu limite; sem que por isso deixeis deter livre arbítrio em vossas buscas científicas; a ciência vossa, se torna vivente diante do Pai; e todos os que tiveram a ver com ela, são julgados diante do Pai; em Verdade vos digo, que toda ciência exige as Leis e a Moral, das Escrituras do Pai; tudo quanto existe, trata de comprazer ao Pai, dentro de suas Leis; matéria e espírito,rivalizam nisso no Reino dos Céus; em Verdade vos digo, que o maior assombro experimentamos espíritos, quando retornam de distantes planetas; Que cenas se vêem!! Muitos se arrependem de ter conhecido a vida; se arrependem de tê-la pedido; isto ocorre naqueles que nunca em seus mundos, buscaram ao Pai; a vergonha maior se apodera deles; porque experimentam a ingratidão, como jamais a sentiram; as virtudes lutam contra as trevas,pela possessão de um espírito; a ingratidão é o próprio demônio; e quem foi ingrato com seu Criador, está exposto a que a ingratidão o leve; só o arrependimento pode lutar contra o mal feito; o arrependimento tem os mesmos direitos, que têm as demais virtudes;em Verdade vos digo, que é mais fácil que se salve um arrependido, a um que não se arrependeu; o que não se arrepende, não se lhe leva em conta; porque o próprio espírito cerra sua porta, às Leis da Luz; as trevas se apoderam com facilidade, do que não tem fé; porque a fé e o próprio arrependimento, são uma barreira para as trevas;se sentem cortadas; é por isto que se vos ensinou cultivar a fé; porque a fé transporta montanhas; eis aqui uma parábola que fala por todas as virtudes do espírito; porque toda virtude necessita da fé; e elas sem fé, não teriam acompanhado vosso espírito, a conhecer uma vida; não teriam feito alianças com as moléculas de vossa carne; sem fé,vosso Criador não teria Criado o Universo; porque a ausência da fé, não conduz a nada;em vosso mundo, não haveriam inventores, se eles não tivessem fé em seus inventos; do mesmo modo, o Pai; o de Acima é igual ao de Abaixo; os Poderes do Reino, são grandes na medida da humildade e da fé; quando a fé se materializa, tende a desvirtuar-se; isto é mais notável em sistemas de vida, que não são do Pai; como o vosso; que é um sistema de vida saído de homens, que não levaram em conta as Escrituras, para criá-lo; esta classe de fé, é fé mundana; fé que nasceu por influência do interesse; um interesse, não interessado nas coisas do Pai; há infinitas classes de interesse; o verdadeiro interesse, o eterno, é aquele que em sua qualidade e calidad, se interessou pelo do Pai, por sobre todas as coisas; por sobre todos os demais interesses; por sobre todo sistema de vida; por sobre si mesmo; porque o do Pai é o primeiro no Universo; depois do Pai, vem todo o resto; vem toda uma ordem hierárquica que não tem fim; os destinos de cada um, estão enlaçados a outros mundos; porque todo espírito nasceu muitas vezes; e é característico que cada espírito, tenha dívidas e prêmios pendentes, provenientes de outras existências que teve em outros planetas; interesses que criou em distantes moradas; tal como os criou na Terra; o de Acima é igual ao de Abaixo; em Verdade vos digo, que todo espírito amaldiçoa com todas as suas forças, quando se lhe dá a viver um sistema de vida alheio às Escrituras do Pai; porque não pode entrar ao Reino dos Céus; é acusado de cumplicidade na violação; porque viveu tal sistema; o compartilhou; e dividiu sua promessa feita ao Pai, antes de sair do Reino dos Céus; prometeu ao Pai, não dividir-se nem no mais mínimo; porque nenhum espírito dividido entra ao Reino dos Céus; só satanás se divide a si mesmo; e divide a outros, para que ninguém retorne ao Pai; eis aqui uma Revelação, que vos ensina, que vosso próprio sistema de vida, é o próprio demônio; porque estais divididos em ricos e pobres; nem ricos nem pobres se conhecem no Reino dos Céus; no Reino dos Céus, existe a Igualdade; o Comunismo Celestial, com filosofia de criança; ali se desconhece o egoísmo em todas as suas formas; se desconhece o que vós tanto defendeis; se desconhece a propriedade privada; se desconhece as palavras: Isto é meu; se desconhece o comércio e toda forma de exploração; em Verdade vos digo, que esta Revelação espantará aos demônios deste mundo; espantará ao mais imoral que possui este mundo; espantará aos banqueiros, agiotas, exploradores, usurários, oportunistas, avaros, comerciantes, religiosos, enganadores de todas as categorias; espantará a todo capitalista cujo deus é o ouro; em Verdade vos digo, que todos estes imorais, não entrarão ao Reino dos Céus; nenhum que contribuiu a dar vida ao vergonhoso sistema de vida em que estais envolvidos; porque toda árvore que não plantou o Divino Pai Jeová, da raiz será arrancada; isto significa em outras palavras, toda filosofia, toda ciência e toda criação mental, que não levou em conta as Escrituras do Pai; e como o do Pai é Universal, é todo o mundo material o que cai; um mundo corrompido; um mundo imoral e escandaloso; um mundo que pediu ser provado, em seu pedido de vida; um mundo que ao pedir tal prova, o fez pedindo também, ignorar seu passado e seu futuro; eis aqui o chorar e ranger de dentes, desta geração; cada um de vós pediu o instante que vos tocará viver; como pedistes os instantes que vos tocou viver; porque tudo se pede no Reino dos Céus; até o mais microscópico e o mais mínimo; o que haveis sentido no visível e no invisível; em Verdade vos digo, que o instante do Juízo que estais passando, já o passastes em outras existências; porque nascestes de novo muitas vezes; e muitas vezes nascereis; se nasce buscando uma Verdade; porque cada existência que tem o espírito, é a continuação de sua perfeição; uma existência dá lugar à outra; o conjunto de todas, é a perfeição de que se desfruta; é a perfeição vivente; do que foi aprendido numa existência, sai o futuro corpo de carne; o aprendido é o Conhecimento; e se lhe chama o Sal da Vida; escrito foi: Vós sois o sal da vida; sois a continuação de vossa própria eternidade; segundo vossas obras; segundo o caminho que tomou vosso livre arbítrio; eis aqui o princípio de todas as desigualdades físicas e espirituais; sois produto do que fostes no passado; do que fizestes, saiu vosso céu; porque em cada existência, cada um faz seu próprio céu; porque cada um gerou idéias; eis aqui a origem de vossa eternidade; uma Lei abismal por sua simplicidade; não haverá nada no conhecimento, que a supere em simplicidade; do simples, o Criador cria o Colossal; do microscópico, tira o Gigantesco; E o que mais microscópico que vossas invisíveis idéias? As idéias só se sentem; não se deixam ver; nem ninguém nega suas idéias; eis aqui uma pergunta, que perturbará aos materialistas deste mundo; as simples idéias, os colocará em apuros; em Verdade vos digo, que toda negação no pensar, é uma realidade nas distantes galáxias; porque outros houveram antes de vós; e outros antes dos outros; e assim, remonta-vos até onde vossa mente possa imaginar; em Verdade vos digo, que assim como há mundos de origem Solar, também os há de origem carnal; mundos que são produto das invisíveis idéias; porque toda idéia amadurece no espaço; tal como amadurece uma semente em vossa terra; o de Acima é igual ao de Abaixo; em Verdade vos digo, que tudo amadurece no Universo; matéria e espírito amadurecem; é um processo em que ninguém se dá conta dele; só as Virtudes do Reino, vêem o que o Pai vê; porque toda Hierarquia vê segundo o grau de conhecimento alcançado; e enquanto se é um Primogênito Solar, mais perto se está do Pai; as Hierarquias Celestiais não tem número conhecido; porque o do Pai não tem nem princípio nem fim; o Universo Material e o Espiritual, se transformam mutuamente; se é matéria ou se é espírito; e vice-versa; se combinam em grau infinito; a Arca das Alianças, não tem limites; não só vós a possuís; a Arca das Alianças é o próprio Universo; porque ninguém está obrigado a materializar-se; toda criação existente, saiu da própria vontade; o poder do Pai, não necessita obrigar; o obrigar é sinônimo de imperfeição; no que se refere ao Poder Infinito de vosso Criador; o Universo é tão Infinito, que tudo existe; e o que existe, não tem limite conhecido; basta gerar idéias, e se está dando princípio a uma eternidade; a um Universo que será eternamente expansivo; que nunca, jamais conhecerá limite algum; assim foi e assim será; em Verdade vos digo, que esta Revelação abismará aos criadores de princípios de universos; nunca imaginaram que do mais microscópico que eles mesmos possuem, saiu o Universo atual; os que houveram e os que haverão; porque nunca estudaram minhas Escrituras, como lhes foi mandado; se houvessem se aprofundado nas Escrituras do Pai, se teriam encontrado com uma Parábola que diz: Há que ser humilde, para chegar a ser grande no reino dos céus; em outras palavras, há que ser microscópico, para ser colossal; humilde para o espírito, e microscópico para a matéria; porque matéria e espírito são iguais em direitos diante de Deus; nenhum sábio deste mundo buscou; é por isso que nenhum teve a glória de dar com a origem deste mundo; não foram humildes com o Mandato do Pai: O que busca, encontra.-

ALFA E ÔMEGA.-